Aguarde, carregando vaga

Até tu, ethereum (ETH)? Mais uma falha na rede faz mercado de criptomoedas patinar e leva junto o bitcoin (BTC); entenda

Publicidade

[ad_1]

Publicidade

Desgraça pouca é bobagem. Pois é assim que vive o mercado de criptomoedas ultimamente. Não bastasse o bitcoin (BTC) patinar na casa dos US$ 28 mil, o ethereum (ETH) entrou para o pelotão de más notícias entre os ativos digitais. 

A rede (blockchain) do ethereum sentiu uma “contusão” no sistema de validação na tarde de quinta-feira (26), o que gerou uma queda de 11% durante algumas horas. 

A segunda maior criptomoeda do mundo até tentou uma recuperação, mas entra na noite desta sexta-feira (27) operando em queda de mãos dados com o bitcoin.

Por volta de 20h30, o BTC operava em queda de 2,44%, cotado a US$ 28.718,75. Confira a cotação de algumas das principais criptomoedas:

Nome Preço 24h % 7d %
Bitcoin (BTC) US$ 28.718,75 -2,44% -2,06%
Ethereum (ETH) US$ 1.732,23 -4,86% -12,16%
Tether (USDT) US$ 0,9989 0,00% 0,00%
USD Coin (USDC) US$ 1,00 -0,02% -0,02%
BNB (BNB) US$ 301,83 -2,55% -0,85%
Fonte: coinmarketcap.com

Fora do bitcoin: falha no ethereum?

Publicidade

A má fase das criptomoedas começou com o desaparecimento total do protocolo Terra (LUNA), que levou consigo a stablecoin TerraUSD (UST) e a confiança do mercado nos ativos digitais.

Mas na tarde de ontem, outro abalo de proporções apocalípticas voltou a testar o sistema cardiovascular dos investidores. 

A rede ethereum, que está em processo de testes para lançar a atualização The Merge, sofreu uma falha.

Por dentro da Beacon Chain

A falha aconteceu na sidechain chamada Beacon Chain, que introduz o proof-of-stake (prova de participação, em tradução livre) na rede do ethereum.

Voltando alguns passos, o sistema de validação das blockchains acontece pelo encadeamento de blocos que contém informações de transação.

Cada bloco é colocado na rede, conectando o anterior ao seguinte, de modo a formar uma cadeia praticamente impossível de ser quebrada (ou, simplesmente, hackeada).

O bloco fura fila

O que aconteceu não foi um problema ou atraso e sim um bloco “fura fila”, que acabou gerando uma reação — veja só — em cadeia e exigiu uma reorganização desses blocos para manter o fluxo de informação. 

Mas os investidores, escaldados e preocupados com o que aconteceu com a Terra, ficaram em estado de alerta, com medo de que o The Merge estivesse ameaçado. Isso gerou uma venda desenfreada, mas o problema foi corrigido e o ethereum voltou a subir normalmente. 

Além do bitcoin: não deu pra Terra hoje

Enquanto isso, o lançamento da nova Terra 2.0 foi adiado devido a problemas de desenvolvedores. Agora, a nova data para o renascimento da blockchain da Terra foi alterada para sábado (28).

PAPO CRIPTO #019 — Após a destruição, os próximos passos da Terra (LUNA)

Não perca o último Papo Cripto com a entrevista de Ray Nasser, CEO da Arthur Mining e especialista em moedas digitais:

[ad_2]

Publicidade