“Vamos combater a corrupção” diz Coronel da Ceagesp convocando policiais para ato de 7 de setembro

Aliado de Bolsonaro, o coronel da reserva da PM de SP Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo falou em lutar contra irregularidades na estatal
Publicidade

Aliado de Bolsonaro, o coronel da reserva da PM de SP Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo falou em lutar contra irregularidades na estatal

Após convocar policiais para os atos-pró Bolsonaro marcados para 7 de setembro, o coronel da reserva da PM de São Paulo e atual presidente Ceagesp, Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo, disse à CNN que a medida foi tomada com intuito de combater a corrupção dentro da estatal, que é ligada ao governo federal.

VEJA TAMBEM

Publicidade

“Eu me deparei aqui com todo o tipo de corrupção, com pessoas querendo o mal da gente em todos os sentidos, ameaças de morte, fazer lobby para arrancar a gente daqui, tentar comprar a gente. Então, isso é um exemplo do que ocorre no nosso país e as pessoas de bem precisam se mover para mudar isso.”

No vídeo, publicado no último domingo, ele chama policiais “veteranos” para “impedir a entrada do comunismo no país”. Questionado sobre o uso Rota para fins políticos — pois apareceu no gravação com uma camiseta da corporação –, o presidente da Ceagesp disse que a roupa não era uma farda oficial e que cada um precisa acionar as pessoas com quem se relaciona.

Publicidade

Publicidade