Aguarde, carregando vaga

Saiba mais sobre os perrengues que ninguém te conta quando você empreende

Publicidade

[ad_1]

Publicidade

Dou início a um novo projeto de conteúdo que dialoga diretamente com empreendedores (e com quem mais estiver interessado, por que não?) em saber o que venho pesquisando e refletindo no campo dos negócios, comunicação, marketing, criatividade e inovação.

Para quem não me conhece, trago uma breve introdução: tenho 49 anos, sou de Salvador (BA), e vivo dos meus sonhos desde muito novo. Com 23 anos, eu já tinha a minha primeira empresa,  Naquele momento, eu nem sabia que já estava empreendendo. De lá pra cá, tudo mudou: não só fui aprimorando os meus processos, como também encontrei respostas para dúvidas que me ajudaram a crescer. Nesse texto, tem um pouco mais sobre mim.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

[ad_2]

Publicidade

Hoje, quem me vê aqui, pode até pensar que foi fácil. Mas a sabedoria popular já diz: “quem vê close, não vê corre”. No fundo, só nós conhecemos as dores do nosso negócio e os perrengues de cada dia. Não existe fórmula mágica, nem receita pronta para o sucesso. É preciso estratégia, uma boa dose de coragem, alguma teimosia e muita conversa para trocar experiências com pessoas que correm nessa mesma estrada.

O conselho que eu queria ter recebido

Por falar em conversa, sempre tem aquela informação ou aquele conselho que se soubéssemos desde o início, teria feito a maior diferença. Por exemplo, se eu soubesse que era muito melhor focar em pessoas dispostas, disponíveis e com habilidades complementares às minhas para me ajudar no começo de tudo, eu não teria sofrido tanto convidando apenas amigos só por serem meus amigos.

Nem todo amigo tem disponibilidade e habilidade que a gente precisa para a nossa empresa – e ainda corremos o risco de perder a amizade por não ter isso alinhado antes.

Como encontrar profissionais alinhados com o nosso propósito?

[ad_2]

Eu também gostaria de dar uma dica, complementando as da Laís: faça uma lista das competências que você gostaria de encontrar em um profissional. Isso vai te ajudar a priorizar um profissional com habilidades e um perfil comportamental que deem “match” com os valores da sua empresa. A confiança também faz parte do processo para que o seu time se comprometa e, consequentemente, se desenvolva.

Como posso organizar o setor financeiro da minha empresa?

Na minha visão, dar conta das demandas financeiras de uma empresa passa, essencialmente, por duas tarefas: organizar e registrar. Existem plataformas que podem te ajudar nesse processo, oferecendo respostas simples para que você tome decisões mais eficientes, com base em dados. Outro ponto super importante é não confundir o dinheiro da empresa com as suas finanças pessoais. Sem uma divisão clara, você pode ficar totalmente desorganizada.

Como tocar um negócio sem capital financeiro?

Planejamento também é importante. Algumas pessoas pensam que não é possível empreender porque querem que aconteça da noite pro dia, mas o fato é que tudo é uma jornada. Você não precisa deixar o seu emprego agora, por exemplo. Dá para construir uma reserva financeira, com valor e prazos bem definidos, para que você tenha foco nos próximos passos.

Reta final IR 2022: o que acontece se eu não declarar o imposto de renda?

Comunique os seus serviços. Falar com as pessoas sobre os problemas, discussões e soluções que você tem em mente, seja pessoalmente ou nas mídias sociais, pode fazer com que elas te enxerguem como alguém que pode ajudá-las, até que elas, efetivamente, paguem por essa ajuda.

[ad_2]

Como fazer cobranças e evitar inadimplência?

Caso a sua empresa ainda não possa contratar essas ferramentas, esse lembrete pode ser feito manualmente. Outra estratégia utilizada por pequenas empresas é criar um e-mail exclusivo para o financeiro. É de lá que sai tudo relacionado a pagamentos.

O mais importante é: não tenha medo de cobrar. Nessa, ou em qualquer outra situação. Caso contrário, é você quem paga essa conta.

Veja mais dicas sobre esse assunto aqui.

Como perseguir os seus sonhos quando alguém te deixa na mão?

A dúvida enviada pelo Fernando toca em um ponto sensível. É difícil, mas necessário começar qualquer plano entendendo que você é o único responsável por fazer o seu sonho dar certo. Algumas pessoas podem desistir dele no meio do caminho, mas você não.

[ad_2]

Como já disse meu amigo Emicida: você é o único representante do seu sonho na face da Terra. Pessoas vão surgir no meio do caminho querendo te ajudar, mas saiba filtrar e entender quem são aqueles dispostos a verdadeiramente sonhar com você.

Leia mais:

Beatles chegam ao metaverso com lançamento de coleção de NFTs de Ringo Starr

Publicidade