Bolsonaro divulga manifesto de federação de empresários de Minas Gerais contra o STF

Entidade abre dissidência com Fiesp e Febraban e, segundo o presidente, faz seu próprio documento às vésperas do 7 de setembro

O presidente Jair Bolsonaro está espalhando por WhatsApp um manifesto da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) que endossa o discurso bolsonarista sobre supostos ataques à liberdade de expressão e faz críticas ao Supremo Tribunal Federal.

Nele, a entidade diz esperar que a “exacerbação”do STF “seja revisada”.

VEJA TAMBEM

A entidade já tinha se alinhado a Bolsonaro ao se recusar a assinar o manifesto pela harmonia entre os Três Poderes feito pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de SP) com endosso da Febraban, a federação que apoia os bancos. Ele foi adiado depois de intensa pressão do governo.

Segundo o que Bolsonaro reencaminhou à sua rede de amigos, a Fiemg decidiu fazer o seu próprio documento, intitulado “Manifesto pela liberdade”. A federação já tinha anunciado que divulgaria um documento separado da Fiesp. Mas ainda não postou a nota enviada a Bolsonaro em seu site oficial.

Nele, a entidade critica o Supremo Tribunal Federal (STF) e defende sites investigados por divulgar fake news que foram alvo de ação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e estão sendo desmonetizados.

Ela afirma que “os direitos individuais, como a liberdade de expressão, pilares fundamentais de um Estado Democrático de Direito, estão sob ameaça no Brasil e precisam ser defendidos com veemência”.

Em seguida, vira sua artilharia contra o STF.

“Nas últimas semanas, assistimos a uma sequência de posicionamentos do Poder Judiciário, que acabam por tangenciar, de forma perigosa, o cerceamento à liberdade de expressão no país. Falamos de investigações e da possibilidade de desmonetização de sites e portais de notícias que estão sendo acusados em inquéritos contra as fake news. Em nosso entender, impor sanções sem o devido processo legal, contraditório e ampla defesa é uma precipitação, além de inequívoca afronta à Constituição Federal”, afirma.

A entidade diz ainda que “espera que a exacerbação desta interpretação por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) seja revisada. Atuar, assim, será fundamental para resguardar o Estado Democrático de Direito, em que as liberdades individuais devem ser sagradas e asseguradas permanentemente. Elas são condição para um país prosperar, garantindo segurança jurídica e institucional para investidores e empreendedores”.

Sobre o Autor

Redação
Redaçãohttps://dbsolucoesweb.com.br
DB Soluções Web é um Portal de Comunicação, especializado em: Negócios, Investimentos, Criptomoedas, Cartão de Crédito, Financiamentos e Empréstimos, além de fornecer serviços web como Hospedagem e Desenvolvimento de Sites e APPs

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
DB Soluções Web é um Portal de Comunicação, especializado em: Negócios, Investimentos, Criptomoedas, Cartão de Crédito, Financiamentos e Empréstimos, além de fornecer serviços web como Hospedagem e Desenvolvimento de Sites e APPs

Compartilhe este post:

INSCREVER-SE

Populares

Postagens Relacionadas
Relacionados

De 1 milhão de novas empresas que foram abertas no 1º trimestre; 790 milénio são MEIs

Mais de 1 milhão de empresas foram abertas no...

Veja como se sente uma pessoa que é perseguida por Agiotas. Por dentro de uma reunião de devedores anônimos.

A reza é simples: “Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária...

Aviões executivos farão ponte aérea Rio – SP

A ponte aérea entre o Rio de Janeiro e...

Segundo pesquisa a vida nunca foi tão boa para milhões de americanos

Esta é uma era de grande divisão política e...