Aguarde, carregando vaga

Por uso indevido de dados Twitter vai pagar US$ 150 milhões

Publicidade

A rede social que está na mira de Elon Musk está protagonizando mais uma polêmica hoje (26). O Twitter entrou em um acordo com o governo dos Estados Unidos e vai pagar US$ 150 milhões como penalização de um processo envolvendo a privacidade de usuários. O acordo foi acertado entre a plataforma, o Departamento de Justiça e o órgão regulador Federal Trade Comission (FTC).

Publicidade

[ad_1]

A empresa foi acusada, entre 2013 e 2019, por violar práticas de mercado ao utilizar informações e dados pessoais de cadastrados no serviço para outras práticas além do que constava nas regras e nos atos da FTC. No caso, o Twitter usou números de telefone e endereços de e-mail que deveriam servir apenas para a autenticação de dois fatores para enviar anúncios direcionados.

E agora?

Fora a multa, o Twitter agora deve aceitar passar por auditorias que avaliem o programa de privacidade de dados da empresa. Em 2011, a plataforma recebeu um veredito por motivos similares e também declarou falsamente que cumpria com ordens regulatórias entre EUA, União Europeia e Suíça, o que também não era verdade. A companhia também já levou uma pesada multa na Europa a respeito do tema.

[ad_2]

Publicidade

Anos depois, a plataforma chegou a pedir desculpas pelo ocorrido. Agora, segundo uma publicação feita no blog da rede social sobre o caso, o Twitter terá também que melhorar o próprio mecanismo de privacidade e vai investir no setor.

Publicidade