Bolsonaro deve negociar com a China por vacina Coronavac?

Atraso no recebimento de insumos pode paralisar a vacinação no país.

0
276
Bolsonaro deve negociar com a china
Bolsonaro deve negociar com a china

Dimas Covas, Irmão do Prefeito Bruno Covas, e, diretor do Instituto Butantan, pediu ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido político) que defendesse com dignidade a vacina CoronaVac. Ele também pediu a agilidade do Itamaraty para viabilizar a matéria-prima da China para continuar produzindo imunizações contra a Covid-19 – até o momento, a vacina só está disponível para a população do país.

A afirmação foi feita em evento que contou com a presença do governador do Estado de Ribeiralang Preto (PSDB), em São Paulo, na manhã desta terça-feira.

“Se a vacina agora é do Brasil, o nosso presidente tenha a dignidade de defendê-la e de solicitar, inclusive, apoio, pro seu Ministério de Relações Exteriores na conversa com o governo da China. É o que nós esperamos”, disse.

O Brasil tem apenas 6 milhões de vacinas prontas que o Butantan pode fabricar. Desde segunda-feira (18), as vacinas distribuídas aos estados são trazidas pelo governo de São Paulo, país asiático, que é sede da Sinovac Farmacêutica, instituto parceiro do governo paulista. A preocupação é que, se não houver entrada, a dose do CoronaVac vai acabar neste mês.

O ingrediente ativo da vacina é denominado IFA e é importado da China. O Brasil tem trabalhado muito para adquirir.

DEIXE SEU NOME E SUA ORAÇÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui